Bianca Hoffmann lança seu primeiro álbum intitulado "Placamae"

Atualizado: Jun 28

Nascida e criada no interior do Paraná - Ponta Grossa, Bianca começou suas atividades no Rap em 2012. A artista se mudou para São Paulo na busca de fazer seu corre acontecer e mostrar que veio para fazer história. Além de Mc, ela é dona do seu próprio selo e atua na Produção Audiovisual como fotógrafa, videomaker, editora e motion designer.


Trouxe ao mundo sua mais nova obra que resgata toda a era underground e sua trajetória até aqui.


Gravado, mixado e masterizado no estúdio da UZZN REC, com direção musical de Nego Max, o álbum é composto por 11 faixas, uma intro e uma track bônus com participações pesadíssimas como Karen Santana, Nego Max, Torya, Killa Bi, Thestrow e Alan Cruz, sem esquecer também de Vibox, Cabes, Gibin, Raul Ronde, 808 Luke e Fraza na produção dos beats que são pra lá de originais!


"Placamae" representa o mundo atual em que vivemos, o avanço da tecnologia, que nos ajuda mas também nos afasta se não houver equilíbrio, junto com o poder da mulher independente e do ser humano de modo geral. Aquela que sozinha consegue ter sua própria renda, conquistar seus objetivos, ser dona de si e que tem coragem para enfrentar a guerra como ela teve. Nos mostra também que nossos direitos precisam ser reivindicados, que preservar os valores, a força, a energia feminina que habita em todos os seres e o resgate das sabedorias é muito importante, além do pensamento coletivo e o entendimento de que somos nós que movimentamos o mundo.


O nome do álbum surgiu antes mesmo das músicas, quando assistia uma apresentação teatral onde falavam sobre ancestralidade e tecnologia. Em um dado momento da performance, ouviu uma frequência sonora nas paredes onde dizia "Placa Mãe" e a partir daí a artista se conectou e decidiu que esse seria o título oficial. Sua maior influência na gestação desse álbum foi sua própria vivência, onde acabou sendo um processo de autoconhecimento ao longo de cada track finalizada.


A arte da capa ficou por conta de seu irmão, Diego de Jezus e a foto por Felipe Hoffmann.

Produção executiva pelo selo Terceiro Olho e o lyric video pela própria Bianca.


"No início nem era meu objetivo, pois tinha em mente apenas fazer vários sons e expandir minha voz, minha mensagem... Quando me dei conta de que tinha músicas o suficiente para ter um álbum, se tornou parte do meu sonho", diz.

Bia, como está sendo esse pós lançamento nesse tempo em que todo mundo está de quarentena por conta dessa pandemia?


"Bom, como o nosso processo é mais underground, até ele chegar nas pessoas precisa trabalhar muito no lance da divulgação, ainda mais com essa pandemia agora. Não tem aquele salve das pessoas na rua, o abraço, o olho no olho e ver que aquela música mudou a vida da pessoa, sabe? Eu recebo os elogios, mas não pego eles. Eu sinto a sinceridade, mas não consigo pegar! Então assim, está sendo bem diferente do que eu imaginava por que estava criando varias e varias estratégias na mente em relação a shows de lançamento e tudo mais, mas está sendo bom. O fato dele ter nascido em um momento como esse, está sendo sentido de um outro jeito e acredito que é bem importante", relata a Mc.


221 visualizações
SOBRE O SITE
------
Site que visa divulgar os trabalhos da Tina Cratz e gerar conteúdos jornalísticos sobre arte e cultura de modo geral, para ampliar a comunicação cultural e artística brasileira, além de fortalecer o corre independente.
PARCERIAS
------
CONTATO
------
(11) 98695-3172
 contatotinacratz@gmail.com
REDES SOCIAIS
------
  • Spotify - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
© Todos os direito reservados - 2020
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now